É PRECISO FAZER ATIVIDADE FÍSICA? – U+

É PRECISO FAZER ATIVIDADE FÍSICA?

10 de dezembro de 2019

O exercício físico pelo Ayurveda de acordo com os Samhitas por Matheus Macêdo.

No artigo de hoje vou tentar responder uma pergunta recorrente: o que diz o Ayurveda sobre atividade física? A atividade física é mesmo necessária ou basta se alimentar direito para ter saúde? 

Se a gente olhar nos nossos clássicos do Ayurveda, nos Samhitas, você vai ver que a prescrição de vyayama, de atividade física, está sempre presente. Quando a gente fala de rotina diária, de dinacharya, uma das recomendações mais comuns é a prática de exercícios. E a prática de exercícios não de vez em quando ou duas vez por semana, mas diariamente. 

Os Samhitas, por exemplo, dizem que o ser humano deveria se exercitar até a metade da sua capacidade. Diz ainda que um ser humano deveria se exercitar até ele começar a suar. Então, uma vez que você começa a produzir suor é um sinal de que o seu corpo já realizou atividade física suficiente. 

Normalmente, quando as pessoas ensinam Ayurveda, principalmente de acordo com os Samhitas, elas usam esses dois argumentos: i) de que você só tem que se exercitar até metade da sua capacidade e ii) de que você só deveria exercitar até começar a suar, pra dizer que o Ayurveda não é a favor de atividade física. Ou até que a atividade física não deveria ser feita com muita intensidade, o que, na realidade, se você parar pra pensar, não é bem verdade.

Os livros, os Samhitas, foram escritos com o foco direcionado para pessoas que eram, naquela época, da casta dos brâmanes. Essas pessoas que eram dedicadas à prática religiosa, ao sacerdócio, por exemplo, eram chamadas de swamis. Pessoas que entravam para a profissão médica, por exemplo, eram considerados brâmanes. Essa casta não realizava atividades físicas intensas, como arar o campo, ou ser responsável pela defesa, fazendo parte do exército. Então, o regime de atividade física recomendado para esse tipo de gente, pra essa casta, era um regime de atividade física só para proporcionar a manutenção da saúde.

Ou seja, se você quiser se manter saudável, e não tem a preocupação com o desempenho em uma atividade física mais intensa ou algum esporte coletivo, basta você se movimentar diariamente e até metade da sua capacidade ou até você começar a suar. 

Agora se você é da casta dos kshatriyas, que era o grupo das pessoas responsáveis pela defesa, os militares, a atividade física poderia ser muito mais intensa. Você está treinando o tempo todo, treinando como se defender. E imagina, naquela época era luta de espada, você estaria fazendo kalaripayattu, por exemplo, arte marcial tradicional indiana. Para este grupo responsável pela defesa é óbvio que era esperado um regime de atividade física mais intenso. Então a recomendação dos Samhitas não se aplica se você é uma pessoa que faz atividade física ou pratica esporte para viver. 

E hoje, nós temos pessoas que querem cuidar do seu corpo e ir além de uma simples manutenção da saúde e desejam atingir uma excelência física, um formato físico específico, as pessoas querem ser mais musculosas e ter o corpo mais definido. Nesse caso, não se aplica esse tipo de recomendação de atividade física moderada.

A recomendação básica dos Samhitas para manutenção da saúde é praticar uma atividade física moderada e constante. Essa recomendação é direcionada para quem não precisa de um desempenho físico atlético ou acima do normal. Além disso, vale a pena chamar atenção para outra questão importante: existe uma relação direta apontada nos Samhitas entre atividade física, capacidade digestiva e saúde. 

Pessoas que se exercitam mais ou que têm um regime mais constante de atividade física, têm, necessariamente, uma capacidade digestiva maior. Então vão ter mais fome, vão ter um requerimento energético e uma capacidade de digestão maior.  Muitas vezes, quando se fala nos Samhitas de artigos alimentícios que são proibidos ou de combinações que não são permitidas, existe uma exceção a essas proibições para as pessoas que fazem atividade física intensa, pois elas podem comer até pedra que provavelmente vão ter capacidade de digerir. 

Também vale a pena mencionar que os Samhitas listam muitas contraindicações e muitos efeitos que podem ser esperados de uma prática física excessiva. Então, se você se exercita em excesso, você também pode esperar algumas consequências negativas, entre elas: dores nas juntas, desgaste muscular, ou até a queda na imunidade, que se observa em atletas de resistência, pessoas que correm ultramaratonas, ou que fazem triatlons. É possível observar que após a realização de uma prova existe uma queda na imunidade desses atletas e uma tendência maior a infecção. Ou seja, esse tipo de contraindicação para atividade física intensa já era mencionada nos nossos Samhitas

Espero que esse artigo tenha dado um panorama sobre a relação de atividade física com Ayurveda e a importância de se praticar qualquer tipo de atividade física todos os dias.

https://soundcloud.com/vida-veda/responde-12?in=vida-veda/sets/vida-veda-responde


Buscar Cursos