QUANTAS REFEIÇÕES DEVO FAZER POR DIA? – U+

QUANTAS REFEIÇÕES DEVO FAZER POR DIA?

26 de novembro de 2019

Uma explicação sob a ótica ayurvédica da alimentação moderna por Matheus Macêdo e Jaqueline Halack.

Muita gente se questiona quantas refeições por dia devem ser feitas, se seis, três ou algo parecido. De fato há muita controvérsia sobre o assunto. Mas o que o Ayurveda fala sobre isso?

Para se entender alimentação, é importante primeiro entender o conceito de agni e ama.

Agni é o poder digestivo, é a capacidade que a pessoa tem de ingerir um alimento e do corpo dela conseguir digerir isso. Existe um ditado que diz que você é aquilo que você come. Mas, na verdade, você é aquilo que você absorve daquilo que você come. Entre você comer e você absorver, existe uma etapa intermediária que é chamada de agni, que no conceito moderno é chamada de digestão.

Por isso você é aquilo que você colocou para dentro do seu corpo e conseguiu digerir. Se você come e não consegue digerir direito, você acaba produzindo algo que é chamado de ama. Entende-se por ama tudo que não foi digerido apropriadamente pelo corpo e que se transforma em toxinas. Essas toxinas têm a capacidade de se transformarem em doenças a longo prazo.

Pensando nisso, quantas vezes será que deveríamos comer ao longo do dia? O Sushruta Samhita, um dos textos mais clássicos do Ayurveda tem uma frase clássica que diz o seguinte: uma pessoa saudável deveria comer duas vezes, uma pessoa doente deveria comer uma vez.

Dessa forma fica claro entender que uma pessoa deveria comer duas vezes por dia apenas. O Sushruta ainda vai além, ele diz que nós deveríamos comer duas vezes por dia com um intervalo entre as refeições de 5 horas mais ou menos. Isso quer dizer que você tem que comer e dar o tempo suficiente para que essa refeição seja absolutamente digerida pelo seu corpo. Então, se a pessoa come demais ou se a pessoa come antes de digerir a refeição anterior, surge um conceito ayurvédico que chamamos de adhyashanacomer antes de digerir ou comer depois de comer.

Se você come demais ou com muita frequência ou come antes de digerir a comida anterior, você corre o risco de sofrer com uma Santarpana Vyadhi, ou seja, uma doença por excesso de nutrição. Hoje, muitas das doenças que encontramos são Santarpana Vyadhi no conceito do Ayurveda. Excesso de nutrição em quantidade e em erro de nutrição em termos qualitativos.

Sendo assim, para o Ayurveda você deveria comer duas vezes por dia. Caso seus hábitos alimentares não permitam que você dê esse movimento, você pode ao menos lembrar de espaçar um pouco mais entre a ingestão de um alimento e outro, de forma que você consiga se alimentar com 4 a 5 horas entre uma ingestão e outra. Nesse conceito não cabe, de maneira alguma, comer 6 vezes a cada 3 horas. Muitas pessoas presumem que o metabolismo fica lento e que se não fizerem isso irão engordar. Porém, para o Ayurveda isso não é verdade.

Pelo contrário, comer a cada 3 horas pode levar a uma digestão mal feita do alimento, podendo acarretar em doenças por excesso de nutrição ou doenças que tem na sua base o conceito de ama, produtos alimentares mal digeridos. Olhando pelo ponto de vista da indústria alimentícia entendemos o motivo pelo qual é interessante se alimentar a cada 3 horas. Em que refeição você colocaria uma barrinha de cereal, um bolinho, um salgado ou um biscoito, caso contrário?

Se você se alimenta bem no café da manhã, no almoço e no jantar, não há espaço para esses produtos alimentícios ou junk foods. Fazendo dessa forma, você não consumiria metade dos produtos que são oferecidos no supermercado, por exemplo.

Faz sentido que num contexto mais atual, mais voltado para os processos de industrialização, é transmitida a mensagem de que comer a cada 3 horas é o ideal. Mas, entendendo um pouco mais sobre os conceitos do Ayurveda, é possível perceber a intenção desse conceito mais moderno de pensar a ingestão dos alimentos.


Buscar Cursos